• Mar Bahia

Biólogo esclarece vídeo de lagostas na praia de Itacaré

Um vídeo compartilhado nas redes sociais vem levantando polêmica. As imagens mostram lagostas espalhadas por toda uma extensão de praia, dispostas espontaneamente para captura e consumo da população. O que chama atenção é que as imagens são acompanhadas de textos informando que a aparição das lagostas é em Itacaré, no sul da Bahia. Já outros leitores e veículos de mídia compartilham que a ocorrência é na Praia do Saco, em Alagoas...e por aí vai...


O Mar Bahia ouviu o biólogo Claudio Sampaio*, que deu sua opinião a respeito. " A péssima qualidade, tanto no áudio que não é possível ouvir quase nada, quanto do vídeo que não mostra nada que caracterize a localidade, torna difícil qualquer suposição. Além disso as imagens não são boas o suficiente para identificar a espécie da lagosta, que parece não ocorrer aqui no Brasil, pelo colorido da cauda. Eu havia alertado, mas a pressão da mídia foi grande e alguns portais de notícias acabaram publicando, sem considerar minhas observações. Isso tudo é muito ruim, pois mesmo com nossos alertas, a publicação da matéria pode estimular populares irem à praia e comprometer o distanciamento social", declara.

* Claudio Sampaio é professor da Universidade de Alagoas (UFAL), do Laboratório de Ictiologia e Conservação de Penedo.

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.