• Mar Bahia

Aquário Salvador: projeto poderá contar com passarela e flutuante ligados ao Forte São Marcelo

Após o anúncio do prefeito Bruno Reis, em janeiro deste ano, sobre a construção do Aquário Salvador no Forte São Marcelo, foram divulgadas informações com mais detalhes sobre a estrutura do projeto, incluindo a possível implementação de uma passarela e um flutuante ligando-se ao Forte.


O Mar Bahia conversou com o subsecretário da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Fabio Rosa, que deu mais detalhes a respeito.

Foto: Reprodução

"Há a previsão da construção, sim, da passarela e do flutuante, saindo das imediações da praia da Capitania dos Portos até o Forte São Marcelo. Ao todo, seriam cerca de 900m englobando as duas estruturas, com acesso ao público ainda a ser definido. Ainda há muitas negociações e detalhes a serem ajustados. O projeto segue em análise para liberação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)", declara Fábio. Segundo ele, estão previstos investimentos em torno de R$20 milhões no Forte - feitos prioritariamente pela iniciativa privada.


Polêmicas


Questionado sobre o uso do Forte para a instalação do aquário, em detrimento da

exploração do equipamento para atividades culturais mais amplas e ligadas ao contexto histórico da BTS, Fabio explicou que se coloca à disposição para todos os esclarecimentos necessários.

Subsecretário Fabio Rosa | Foto: Reprodução

"Todas as pessoas que conheceram o projeto, em detalhes, reverteram a imagem negativam que tinha. O aquário será feito na área externa do forte e não internamente. Infelizmente, muitas pessoas sequer conhecem o Forte e divulgam informações que não são reais.


O Forte terá um memorial que irá ocupar aproximadamente 30% do Forte, em torno de sete galerias, com uma cozinha de montagem (onde o restaurante comercializará comidas feitas em terra e não no Forte, impactando ainda menos a estrutura).


Ainda se falando em impacto, para se ter uma ideia, no projeto inicial estavam previstos 500 mil litros de água; hoje, reduzimos para 120 mil litros, ou seja, menos do que é usado na maioria dos aquários.


Haverá uma área especial falando sobre todas as ilhas da BTS, com todas as informações digitalizadas em várias línguas. Temos amplas informações sobre o Forte, justamente para ter todos os cuidados necessários para transformar o espaço sem haver qualquer distorção da sua história, inclusive com a apresentação de documentos preciosos sobre a BTS".


Ponte e Flutuante


Ainda de acordo com Fabio, além da ponte, também está prevista a construção de um flutuante, com calado de aproximadamente 2m, com o objetivo de ser um ponto de apoio para o aquário, suporte para aluguel de máscara e snorkel para mergulho com alguns animais marinhos, tendo também acesso ao aquário, que contará com um restaurante subaquático.


"Gostaria muito de reforçar que não há a intenção de erguer nenhuma parede no Forte, mas fundamentalmente um acesso para a construção da fossa da estrutura do aquário, sem quebrar nada na estrutura original do Forte. O projeto, claramente, prevê o desenvolvimento de pesquisas, educação ambiental e sustentável, além de envolver a participação de entidades ambientais que já atuam em Salvador", finaliza.


#fortesaomarcelo #aquariosalvador #baiadetodosossantos #turismonautico #turismo #salvador #bahia #marbahia


0 comentário