top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Associação Amigos da Marinha vai homenagear Aleixo Belov

A Associação Amigos da Marinha (Soamar Salvador) vai homenagear o engenheiro, navegador e escritor Aleixo Belov, na próxima quinta-feira, 7, às 18h30, no Museu do Mar, no Largo do Santo Antônio Além do Carmo, em um evento para convidados. Belov é reconhecido por suas notáveis contribuições para a engenharia naval, sua maestria na arte da navegação e sua produção literária significativa.


A iniciativa integra as comemorações dos 50 anos de fundação da Soamar e reafirma seu compromisso em preservar e celebrar a história e os feitos dos que contribuíram para o desenvolvimento e a valorização do universo marítimo. Além do descerramento da placa em homenagem ao velejador, a Soamar promoverá um coquetel de confraternização para os presentes.

Sobre a Soamar

A Soamar é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que atua em parceria com a Marinha do Brasil, com diversos núcleos regionais no país. O objetivo principal da entidade é promover o apoio e o estreitamento dos laços entre a sociedade civil e a Marinha, visando a divulgação das atividades marítimas, a defesa dos interesses marítimos nacionais e o estímulo ao patriotismo e à cidadania.

A entidade realiza diversas atividades, como palestras, seminários, debates, visitas a navios e instalações da Marinha, além de promover eventos culturais e sociais relacionados à temática marítima. Atualmente, a Soamar Salvador é presidida pelo Desembargador Baltazar Miranda, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) e é composta por associados civis e militares. Ela foi fundada em 5 de dezembro de 1973 e tem sede na Avenida das Naus s/n, no interior do 2º Distrito Naval (2º DN), em Conceição da Praia, Cidade Baixa de Salvador.

Aleixo Belov

Nascido em Merefa, no interior da Ucrânia, antigo território da União Soviética, em janeiro de 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, Aleixo Belov deixou sua terra natal aos sete meses de idade nos braços de seus pais, Dimitri e Zinaida, juntamente com sua irmã Olga. Depois do período pós-guerra, a família do navegador saiu da Europa e chegou ao Brasil em 1949, sentindo-se acolhida em Salvador.

Aleixo Belov formou-se em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia, tornou-se professor da Cadeira de Portos e criou sua empresa de Engenharia Portuária, Mergulho e Serviços Offshore. Com seu perfil inovador, desenvolveu uma técnica para fazer concreto submerso com a mesma qualidade com que se faz em terra, sempre perseguiu seus sonhos e, a bordo de veleiros que ele mesmo construiu, viajou por todos os continentes do planeta.

0 comentário

Comments


bottom of page