top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Bahia Marina abre exposição itinerante sobre o navegador Aleixo Belov

Nove meses e 20 mil milhas depois da sua partida de Salvador (BA), o navegador Aleixo Belov retorna ao seu porto de origem trazendo na bagagem mais uma conquista, a de atravessar em um barco a temida Passagem Noroeste. A expedição teve como objetivo, cruzar os oceanos Atlântico, Pacífico e Ártico. Para celebrar esse importante e inédito feito e o retorno de Belov, a Bahia Marina recebe a partir de hoje (21/11) até o dia 21 de dezembro a exposição sobre o navegador Aleixo Belov.

Foto: Leonardo Papini

A mostra itinerante está em cartaz na Bahia Marina e sua visitação é aberta ao público, na alameda do edifício garagem, no térreo. Além das imagens que contam um pouco da história de Belov durante suas aventuras pelos cinco continentes, o público pode ver de perto objetos trazidos em viagens. As peças estão expostas na vitrine e nas dependências da loja Grand Cru, no mesmo local.

A diretora da Bahia Marina, Leilane Loureiro, festeja a conquista de Belov. “Estaremos sempre de portas abertas para compartilhar histórias fantásticas e de pessoas como Aleixo, que tem tanto a nos ensinar”, disse. Além de amigo, Aleixo Belov possui estreita relação com a Bahia Marina há mais de 15 anos. Já ancorou no centro náutico o famoso barco Três Marias e agora a vaga do píer pertence ao veleiro-escola Fraternidade.

Aleixo Belov é ucraniano e radicado na Bahia. Recebeu o título de Cidadão Soteropolitano em 2021, mesmo ano que inaugurou o Museu no Mar, localizado no Santo Antônio Além do Carmo, Centro Histórico da capital baiana. Aleixo tem 79 anos e possui a marca de cinco voltas ao mundo a bordo de veleiros que ele mesmo construiu.

Serviço:

  • Exposição Aleixo Belov

  • 21 de novembro e 21 de dezembro

  • Local: Bahia Marina

  • Visitação gratuita

0 comentário

Comments


bottom of page