• Mar Bahia

Marinha do Brasil celebra 157 anos da Batalha Naval do Riachuelo

Nesta quinta (9), a Marinha do Brasil comemora os 157 anos da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha. Para celebrar o marco histórico, será realizada a tradicional cerimônia militar no Forte de Santo Antônio da Barra (Farol da Barra), às 10h, com a leitura da mensagem presidencial alusiva à data e imposição de condecorações da “Ordem do Mérito Naval” a personalidades e autoridades civis e militares, além de salva de tiros disparados pela Corveta “Caboclo”.

Foto: Reprodução

Durante toda a manhã do dia 9, navios subordinados ao Comando do 2º Distrito Naval ficarão fundeados nas imediações do Farol da Barra, enquanto que, no largo do Farol da Barra, entre 9h e 12h30, uma exposição reunirá equipamentos, armamentos, réplicas, material de sinalização náutica, informações sobre segurança aquaviária e como ingressar na Marinha.


A Batalha Naval do Riachuelo

Considerada pelos historiadores como a Batalha Decisiva da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), a Batalha Naval do Riachuelo ocorreu na manhã do dia 11 de junho de 1865, na foz do Riachuelo, afluente do Rio Paraná, próximo à cidade de Corrientes na Argentina. Naquele episódio, a Esquadra Brasileira, liderada pelo Almirante Francisco Manoel Barroso da Silva, travou uma intensa luta contra as forças oponentes. A resistência brasileira foi heroica: no combate, diversos brasileiros lutaram até a morte, dentre eles o Guarda-Marinha Greenhalgh e o Imperial-Marinheiro Marcílio Dias.


Com a vitória naquela Batalha, o Brasil assumiu o protagonismo no conflito, bloqueando a navegação adversária e possibilitando aos aliados o acesso aos rios que formavam as principais artérias do teatro de operações de guerra.




0 comentário