• Mar Bahia

Poças de maré no mar da Bahia abrigam incrível diversidade marinha

Por José de Anchieta Nunes

Doutor em Ecologia e Biomonitoramento

Recifes costeiros rasos fornecem serviços ecológicos essenciais para sociedade, como a proteção da linha de costa, turismo e recreação. Durante a maré baixa muitas praias, que possuem estes recifes formam poças e piscinas temporárias. Esses ambientes abrigam uma diversidade de peixes incrível! Curiosamente, alguns pesquisadores que trabalham com peixes de poças de maré, classificam algumas espécies como residentes, ou seja, são encontradas com muita frequência naqueles ambientes, enquanto outras são apenas “visitantes”, que nem sempre são encontradas.

Muitos estudos têm sugerido que os habitats de poças de maré atuam como importantes áreas de berçário para uma grande variedade de espécies de peixes, já que durante a maré baixa, os peixes ficam protegidos de alguns tipos de predadores. Além disso, esses ambientes abrigam espécies raras e endêmicas (aquelas espécies que ocorrem somente em uma determinada área ou região geográfica). Apesar da importância ecológica, poças de maré sofrem com muitos impactos negativos causados pelas ações humanas, alguns exemplos são: pisoteio que destrói a estrutura do ambiente; uso de protetor solar que agride os corais; poluição por despejo de esgoto; coleta de organismos para ornamentação de aquários; a mudança climática e o aumento do nível do mar. Todos esses impactos podem levar desaparecimento dessas espécies endêmicas.

No Brasil, a Bahia se destaca por suas formações recifais. Temos quilômetros de recifes e muitas poças. Ao longo de quase todo o litoral é possível mergulhar nestas piscinas de maré e observar a incrível vida marinha. Ao fazer isso, você vai se deparar com uma diversidade de formas e cores! No litoral norte, a Praia do Forte e Itacimirim oferecem excelentes condições, em Salvador temos Itapoã e o Barravento. Na Ilha de Itaparica não deixe de mergulhar na Penha, já na Costa do Dendê, a opção mais incrível é Barra Grande de Camamu. É importante não esquecer de levar a máscara de mergulho, tomar cuidado para não pisar nos corais, não alimentar os peixes, não coletar conchas, não usar protetor solar, use camisas com proteção UV. Tire fotos dos peixes e poste nas suas redes sociais, o mar da Bahia agradece!

#ecossistema #poças #recifes #biologiamarinha #bahia #praias #biomonitoramento #marbahia

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.