top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Porto de Salvador recebe submarino Tikuna, da Marinha do Brasil

Neste sábado (1), chegará ao Porto de Salvador o submarino Tikuna, meio subordinado ao Comando da Força de Submarinos da Marinha do Brasil. O navio, que permanecerá na cidade até o dia 6 de outubro para realização de manobras de manutenção e logística, está regressando de uma missão no exterior, onde realizou exercícios de mar e de terra em conjunto com as Marinhas dos Estados Unidos, Itália e Colômbia, por ocasião da Comissão “Deployment- Sub/2022”.

Foto: Marinha do Brasil

A iniciativa demonstra a capacidade da Marinha do Brasil na atuação interoperacional com as Marinhas Amigas, proporcionando ao “Espadarte”, como é conhecido o Submarino “Tikuna”, a oportunidade de operar com meios de superfície, aeronaves, submarinos convencionais e nucleares. Seu próximo destino é o Rio de Janeiro.


Atualmente, a Força de Submarinos da Marinha do Brasil conta com quatro submarinos da Classe Tupi, um submarino da Classe Tikuna e um Navio de Socorro Submarino. Sua mais recente aquisição é o submarino Riachuelo, cuja mostra de armamento ocorreu no dia 1° de setembro do corrente ano, na cidade de Itaguaí (RJ). Primeiro da classe dos quatro submarinos convencionais de propulsão diesel-elétrica, a incorporação do submarino Riachuelo à Marinha do Brasil representa uma nova fase de modernização e desenvolvimento tecnológico da Força, com aumento do seu poder de dissuasão, se mostrando cada vez mais preparada para o cumprimento de sua missão de garantir a soberania nacional pelo emprego dos seus meios na defesa dos mais de 5,7 km² da Amazônia Azul.


Sobre o Submarino Tikuna


Construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), o navio corresponde à Classe de Submarinos Tikuna, do projeto alemão IKL-209 Mod Improved Classe Tupi e teve sua cerimônia de mostra de armamento e incorporação à Armada em 16 de dezembro de 2005. Batizado em homenagem ao guerreiro e ao povo indígena Tikuna, cuja população é a maior da Amazônia, o submarino convencional Tikuna, de propulsão diesel-elétrica, é mais moderno do que os submarinos da Classe Tupi.


O navio possui 62,5m de comprimento e tem capacidade de efetuar patrulhas e ataques submersos na água.


0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page