• Mar Bahia

Praias de Salvador podem sofrer com despejo de esgoto por até uma semana

Nesta terça (10), a Embasa lançou nas águas do Rio Vermelho um enorme volume de esgoto durante a obra de manutenção na Estação de Condicionamento Prévio (ECP) do Lucaia. Conforme nota, a empresa explicou a necessidade desta ação em função de um vazamento em uma das estruturas de bombeamento. O despejo impacta diretamente o mar, na extensão até o Farol e Porto da Barra a depender do movimento das marés.

Foto: Site Mar Bahia

De acordo com a Embasa, apesar ser tratado com produtos específicos a fim de minimizar a poluição, é feito um trabalho de coleta e análise das amostras nesta extensão de praias e que os resultados serão entregues ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) até que atestem que as praias estão balneáveis.


A estação do Lucaia cumpre a função de retirar sólidos grossos e partículas finas de cerca de 73% do esgoto coletado na capital baiana. Do seu funcionamento depende a destinação adequada de efluente pelo emissário submarino do Rio Vermelho, tubulação subaquática com quase 3 quilômetros de extensão que dispersa esgoto condicionado a uma profundidade de 27 metros. O Inema fará testes para verificar a qualidade da água no trecho entre Buracão e Barra a partir deste fim de semana.


0 comentário