top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Produções de estaleiros baianos são destaque no Salão Náutico Salvador com Grand Pavois

As embarcações produzidas em estaleiros em Salvador estão em exposição no Salão Náutico Salvador com Grand Pavois, que segue até domingo (19), na Bahia Marina, no Comércio. A iniciativa faz parte da estratégia da Prefeitura de Salvador de dar visibilidade ao mercado local de estaleiros, dentro de um dos grandes eventos náuticos do mundo.

Foto: Divulgação

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda da capital baiana (Semdec), Mila Paes, a Prefeitura tem por objetivo fomentar o setor náutico na cidade, o que envolve atrair investimentos, promover a cultura náutica, além de fomentar o desenvolvimento econômico da cidade. “Para nós, era muito importante que a indústria náutica local também pudesse apresentar a sua produção dentro do Salão Náutico, juntamente com renomadas marcas do cenário nacional e internacional. Trata-se de importante apoio e fomento ao empreendedorismo local”, declarou.


Os estaleiros estão presentes nas vagas molhadas do salão para expor o trabalho realizado em seus respectivos empreendimentos. O Borabora foi criado em 2021 para fazer exclusivamente o Borabora36, catamarã de 36 pés com construção, a partir de moldes, em fibra de vidro sólida e com partes com núcleo em colmeia (roneicomb). “Com muito orgulho fomos convidados pela Prefeitura de Salvador, que viu em nosso estaleiro e projeto a qualidade que se espera de um produto superior, inclusive nos colocando em local de destaque na feira com os importados presentes na feira de nível internacional”, declarou um dos sócios do empreendimento, Carlos Pedregal.


Outro estaleiro baiano, o Bahia Catamarans traz como destaque a embarcação Marilu, com 46 pés e modelo recreio mar aberto, tendo a capacidade para 30 passageiros, um marinheiro, velocidade top 27 nós, duas cabines comando interno, fly aberto e velocidade de cruzeiro de 22 nós com 20 passageiros. “A Prefeitura de Salvador forneceu apoio total aos fabricantes de embarcações de Salvador para participar do renomado evento náutico”, afirmou o empresário do Bahia Catamarans, Pablo Koss.

Foto: Divulgação

Também exposta no Salão Náutico, a Skipper Cat é um catamarã de 44 pés, dois motores a diesel, quatro camarotes, dois banheiros, uma sala integrada com cozinha, cockpit espaçoso e confortável e sundeck que interage com ponto de comando. “Agradecemos a oportunidade de expor a nossa embarcação em uma feira internacional dando apoio e visibilidade a um produto local”, declarou o representante da Empresa André Portugal Correia, destacando que, até o final deste ano, duas embarcações do mesmo estilo serão entregues, uma delas produzida em fibra de carbono.

0 comentário

Comments


bottom of page