• Mar Bahia

Troféu Interclubes Bahia: como foi idealizado? Qual o seu objetivo?


As premiações em uma regata normalmente homenageiam os três primeiros colocados em suas respectivas classes. Este formato torna as disputas mais individualistas e não computa de nenhuma outra maneira a participação dos demais. É indiscutível e justo premiar os vencedores com melhores resultados e que subiram ao pódio, mas em um dia de regata o que se vê é um belo espetáculo com barcos dos mais variados modelos, tipos, tamanhos e cores, compondo imagens belíssimas. É preciso fomentar e incentivar sempre o maior número de participantes possível, ou seja, valorizar a presença, e com este propósito foi idealizado o Troféu Interclubes disputado anualmente.


Com o intuito de reconhecer e valorizar a dedicação de todos que comparecem aos eventos, foi criado em 2008 na Bahia, um torneio denominado TROFÉU INTERCLUBES, onde todos os veleiros que participem dos eventos, venham a pontuar a favor do seu clube, ou entidade náutica que tem como base.


Em analogia à F-1, é como se tivéssemos um campeonato e as emoções da disputa entre os pilotos, sendo o Troféu Interclubes similar ao que seria o campeonato entre equipes, que valoriza a disputa coletiva. Assim, pela regra deste torneio, o primeiro classificado somará 5 pontos, e este valor vai decrescendo até o quinto colocado, que ganhará um ponto que será  conquistado por todos os demais, até o último colocado, valorizando a participação de todos que completam a regata.


Histórico do Troféu Interclubes na Bahia


1º Trofeu – Torben Grael


Em 2008, a notoriedade do primeiro troféu, por ter sido autografado por Torben  Grael ,  eleito o melhor velejador do Mundo, chamou a atenção dos dirigentes das instituições náuticas, e fez com que a disputa pela sua posse levasse  um número maior de veleiros às raias. O troféu Torben Grael, foi disputado por quatro anos. Uma outra particularidade do Interclubes  é que as instituições vencedoras, gravam o seu nome no corpo do troféu. Assim está registrado no Torben Grael, o nome dos seguintes campeões:

  • Em 2008  - Angra dos Veleiros

  • Em 2009  - Marina  Aratu

  • Em 2010  - Marina  Aratu

  • Em  2011  - Marina  Aratu


2º Trofeu – Lars Grael


O segundo Troféu Interclubes foi instituído em  2012. A comunidade náutica baiana teve a grata satisfação de vê-lo autografado pelo medalhista olímpico e, então ministro dos esportes, Lars Grael. Neste momento, a Marina Aratu, com o entusiasmo dos resultados obtidos nos anos anteriores, contava  com  a  maior  flotilha  de veleiros de oceano ativa nos eventos baianos. E assim dos 4 anos em que o troféu Lars Grael esteve em  disputa,  a  Marina  Aratu  sagrou-se campeã em todos eles.

3º Trofeu – Nestor Volker


No ano de 2016, o terceiro Troféu Interclubes foi assinado pelo renomado e consagrado arquiteto naval Nestor Volker, projetista de mais de 850 veleiros no mundo inteiro e autor de projetos consagrados, tais como Delta, Skipper e Mini Transat. Mais uma vez, se fez presente a garra e a dedicação dos velejadores da flotilha da Marina Aratu, que venceram  três dos quatro anos em que o troféu esteve em disputa, a saber:

  • Em 2016 - Marina Aratu

  • Em 2017 - Aratu Iate Clube

  • Em 2018 - Marina Aratu

  • Em 2019 - Marina Aratu


A disputa atual e quem é o mais novo homenageado?


A partir de 2020 o Troféu Interclubes passará a homenagear velejadores da Bahia e terá a sua disputa a cada três anos. No triênio 2020-21-22, a FVOBA (Flotilha de Veleiros de Oceano da Bahia), juntamente com a FENEB (Federação de Esportes Náuticos da Bahia), Aratu Iate Clube, Marina Aratu, Yacht Clube da Bahia, Angra dos Veleiros e Saveiro Clube da Bahia, escolheram por unanimidade homenagear o velejador Arnaldo Pimenta para entitular esta versão atual do Troféu Interclubes.

Temos nesta escolha uma justa homenagem a este grande velejador, pelos seus feitos e incentivos à vela baiana, tanto na condição de dirigente a frente da FVOBA e FENEB durante muitos anos, como embarcado em sua máquina de velejar, o veleiro Spirogyro, que não por acaso, é o atual campeão baiano na classe VPRS, na qual disputou o campeonato em 2019. Esperamos que o Troféu Interclubes continue cumprindo este belo papel na vela de oceano da Bahia, trazendo sempre muitos velejadores e seus belos barcos às raias para nos proporcionar belos espetáculos em nossa majestosa Baía de Todos os Santos.

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.