• Mar Bahia

A formação da classe Brasília 32 na Bahia

*Por Adriano Cunha da Hora

O veleiro Brasília 32 é história e referência na vela nacional. Concebido no final da década de 70, foi o primeiro veleiro de cruzeiro construído em série, vendendo mais de 300 unidades, que hoje singram os mares de todo o mundo! Na década de 80 era figura marcante nas diversas competições de todo o Brasil, mesmo com sua vocação para Cruzeiro, participando das principais delas como a REFENO, Santos-Rio e Aratu Maragojipe.


Com o passar dos anos e com a chegada de novos barcos mais leves, preparados e com DNA mais competitivos, o Brasília foi se afastando das raias, ficando poucos representantes desse bravo veleiro em competições. Em 2019, numa conversa informal entre os velejadores Robson Basílio (Desmantelo), Marco Aurélio (Escol) e Paulo Souza (Spirit) surgiu a ideia de criar um grupo com proprietários de Veleiros Brasília 32, já que na Bahia temos um significativo número desses modelos, e a partir daí formalizar junto à FVOBA (Flotilha de Veleiros de Oceano da Bahia) a criação de uma nova classe.

Foto: Divulgação

Em 2020, com o grupo consolidado e tendo mapeado ao menos onze veleiros Brasília 32, a FVOBA, com a anuência dos clubes, autorizou a formação da Classe Brasília 32, possibilitando desta forma a volta do protagonismo desses veleiros fantásticos que muito contribuíram para a disseminação da vela em todo país e que voltam, aqui na Bahia, a colorir as regatas, trazendo a sua história e mostrando que ainda é um veleiro muito à frente de seu tempo!


* Comandante do Veleiro Desmantelo | Flotilha de Veleiros de Oceano da Bahia

0 comentário