• Mar Bahia

"Esse é o primeiro bom dia de verdade que estamos tendo"

"Esse é o primeiro bom dia de verdade que estamos tendo". Assim, começamos hoje (8) a nossa conversa com João Dantas, pai de Rodrigo Dantas, que ontem foi solto junto com os velejadores Daniel Dantas e Daniel, após um ano em presos em Cabo Verde.

Foto: Alex Coelho

Após um dia de grande vitória, João contou ao Mar Bahia um pouco dos bastidores da soltura. "Foi uma enorme surpresa para todos nós. Ao chegar para visitar Rodrigo, como fazia sempre, vi um carro saindo com todos eles algemados. Não entendi ao certo o que estava acontecendo. O juiz Antero Tavares - o mesmo que os havia condenado a dez anos de prisão pelo suposto tráfico de drogas - havia chamado os velejadores para conversar pessoalmente com cada um e finalmente os liberarem. Foi uma emoção muito grande vê-los, agora voltando sem algemas, e com um sorriso no rosto. Foi uma alegria tão grande que até os guardas, que acompanharam nosso sofrimento durante todo este tempo, se comoveram", explica.

Foto: Alex Coelho

De acordo com João, a primeira coisa que Rodrigo fez ao sair da cadeia foi pedir para ver os amigos na Marina de Mindelo, onde ele trabalhava e foi preso. "Depois fomos almoçar de verdade, pois na cadeia ele só podia comer com uma colher de plástico".


A partir de agora começam os planos para a volta ao Brasil. "Vamos começar a desarmar esse "acampamento" aqui e seguir aguardando a liberação do passaporte e pertences de Rodrigo para poder comprar as passagens e finalmente desembarcar em Salvador. "Nossa previsão é voltar até a semana que vem, certamente na quarta-feira (13). Não levo mágoa alguma de Cabo Verde. A experiência foi dura, mas ganhamos uma nova forma de ver a vida. Viramos uma referência e, vendo as histórias de tantas pessoas que passam por isso, pudemos compartilhar o que fomos aprendendo", conta João.


Nos últimos meses, as ações de apoio aos velejadores cresceram nas ruas e nas redes sociais, em uma verdadeira onda feita de amigos e personalidades. "Essa onda foi e está sendo uma coisa realmente incrível porque reverberou e nos deu uma força para conseguir chegar e tocar pessoas próximas e distantes, conhecidos e desconhecidos que agora são uma coisa só em uma energia sincera e poderosa", confessou.


Quanto aos planos a partir de agora, João foi certeiro. "Ir para o mar, com certeza! Abraçar os amigos e aos poucos retomar a vida, o convívio, recomeçar. A guerra foi difícil, mas apesar das feridas, o tempo vai nos curar. Nós continuamos vivos. Rodrigo está aqui conosco, sempre com um sorriso no rosto. Agora só pensamos em voltar o mais rápido possível para Salvador, que é o nosso lugar". Nós do Mar Bahia só podemos dizer, sejam bem-vindos! Nos vemos em breve para um longo abraço salgado!


#velejadoresbrasileiroslivres #estamosjuntosnessaonda #freebraziliansailors

#juntossomosmaisfortes #ondadajustica #justicacaboverde #justiçaaosvelejadores #marbahia

1 comentário

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.