• Mar Bahia

Hidrovias na BTS: encontro discute soluções possíveis no Museu do Mar


Nesta sexta (11), às 15h, no auditório do Museu do Mar Aleixo Belov, acontece uma palestra importantíssima para quem acompanha e preocupa com o futuro da Baía de Todos-os-Santos: Hidrovias para a BTS/Kirimurê.


O tema será abordado pelos arquitetos Paulo Ormindo Azevedo, Lourenço Valladares e o especialista em planejamento urbano, Waldeck Ornelas, com a intermediação de Lourenço Mueller, presidente da Fundação Aleixo Belov. Em função da ocupação restrita, a palestra também será transmitida ao vivo pelo canal da Fundação pelo Youtube.


As Hidrovias

Hidrovias envolvem a condição de serem também possíveis portos flutuantes capazes de resolver de forma mais econômica e inteligente (‘smart ports’) o problema de desembarque de containers dos mega petroleiros, colocando Salvador entre as maiores cidades portuárias do mundo, fato com o qual a Fundação Aleixo Belov se alinha, iniciando um trabalho de discussão das principais postulações sobre o tema.


Confira um pouquinho dos palestrantes e suas abordagens durante o encontro:


*Lourenço Prado Valladares - Arquiteto e Urbanista (UFBA,1974), Especialista em Planejamento Urbano e Diretor de Arquitetura e Urbanismo do Grupo Prado Valladares, na área de Projetos Estruturantes em Angola, Brasil e Portugal. Desde 1986, pesquisa e investe em estudos na Baía de Todos os Santos (BTS), tendo sido autorizado em 2015, pela Presidência da República/Secretaria dos Portos, a desenvolver propostas para Complexos Portuários em Aguas Profundas na BTS.


Resumo da palestra:

O resgate da importância dos portos na Baia de Todos os Santos, os portos de conexões logísticas, as viabilidades de portos naturalmente abrigados e profundos na Baía e finalmente e a importância de um distrito portuário na BTS.


*Paulo Ormindo de Azevedo - Arquiteto pela UFBA e seu Professor Titular aposentado. Tem doutorado pela Universidade de Roma, La Sapienza, e foi coordenador e redator do Inventário de Proteção do Acervo Cultural da Bahia e autor de livros e artigos em sua especialidade. Foi consultor da UNESCO para a América Latina e África Lusófona, durante 20 anos. Atualmente assina uma coluna domingueira de análises urbanas no jornal A Tarde.


Resumo da palestra:

Importância da navegação dentro da Baia de Todos os Santos, desde o período colonial e a partir da utilização do vapor, com a criação da Companhia de Navegação Baiana, e sua decadência chegando a uma única linha de ferry-boat, o potencial que tem a hidrovia na integração da Região Metropolitana de Salvador e como modal capaz de descongestionar a rodovia BR-324. Mostrará os exemplos bem sucedidos da Baia de Guanabara, que tem sete linhas de barcas, São Luiz do Maranhão, Santos, Paranaguá, Porto Alegre e Rio Grande.


*Waldeck Ornelas – Economista com especialização em planejamento urbano e regional no Chile , foi Senador da Republica e como Secretario de Planejamento da Bahia foi responsável pela implantação de vários projetos estruturantes para o governo do estado. Do ponto de vista do planejamento destaca-se a aprovação legal do primeiro e único Plano Metropolitano de Desenvolvimento( PMD – 83), pelo governo do estado da Bahia, transformando-o em referencia permanente sobre mobilidade (recomendação de um metrô), proteção ambiental ( Linha Verde) e uso e ocupação do solo na RMS.


Resumo da palestra:

A necessidade de desenvolver o transporte de cargas, pessoas e turistas na Bahia de Todos os Santos será o olhar de Waldeck Ornelas no painel sobre as hidrovias da BTS.



0 comentário