• Mar Bahia

Os frutos do mar do Boteco do Piri

Pire. Mas, pode pirar mesmo. Quando subir a ladeira que leva até o Boteco do Piri, no Nordeste de Amaralina, a ordem é apenas esta: sair do lugar comum e mergulhar nos sabores que Jailton Fernandes, apelidado com o nome que leva o seu boteco, prepara diariamente em seu cardápio recheado de frutos do mar.

"Sofisticado é ser simples"

Paramazon Grill: uma das criações de Piri


Piri

A inspiração nasceu quando ele nem imaginava que, ao começar trabalhando como lavador de pratos no Yacht Clube da Bahia, terminaria como cozinheiro chefe do clube. “Vim do interior da Bahia há 25 anos atrás, consegui uma vaga no Yacht, o chefe gostou do serviço e me deu uma oportunidade na cozinha. Eu abracei essa chance e em três meses me tornei ajudante; em oito me formei como cozinheiro e com um ano e dois meses já passei a liderar a cozinha e uma equipe de 16 profissionais durante dez anos”, conta. O talento o levou a outro grande restaurante, o Chez Bernard, onde seguiu se aperfeiçoando até decidir montar o seu próprio negócio em 2008, onde segue até hoje. “Vi uma chance de apresentar às pessoas daqui do Nordeste uma boa gastronomia aliada à simplicidade, acessível a todos. Foi uma aposta que deu certo. Com o passar do tempo fui aprimorando o cardápio, sempre mais voltado para os frutos do mar, e começamos a crescer e gerar empregos para os moradores do bairro, onde também vivo”. O boteco chegou até a se transferir para o bairro da Pituba, mas segundo Piri, através de uma enquete nas redes sociais, o público preferiu que eles retornassem ao antigo espaço.


Foi lá que experimentamos alguns dos carros-chefes da casa, que são o Arrumadinho 8 Sabores (carne de fumeiro, carne do sol, camarão, copalombo, frango, feijão tropeiro, vinagrete e banana da terra), o prato pioneiro da casa, que traz uma mistura leve e bem bolada do arrumadinho convencional, o Camarão Crocante (camarão recheado com catupiry e empanado na tapioca, servidos com pimenta e molho especial da casa), um petisco que é uma excelente entrada, bem sequinha e saborosa até a última mordida.

Camarão Crocante: uma das entradas mais pedidas

Também provamos - e aprovamos - a moqueca Paramazon (peixe, polvo, mexilhão, camarão, lula, ovos cozidos) e a sua versão Grill (robalo, salmão, polvo, camarão, lula e mexilhões), que pelos ingredientes, visual e explosão de sabores que proporciona é uma ótima opção para até três pessoas, que irão provar peixes da Amazônia e frutos do mar do Pará (daí o nome do prato, que ainda tem uma versão imperdível em pastel).

Moqueca Paramazon: sabores misturam culturas do Pará e da Amazônia

“Somos simples pela estrutura, mas cordiais, com calor humano e uma comida que está sempre se reinventando”, confessa Piri, que já acumula premiações no Comida di Buteco, Panela de Bairro e Veja Comer e Beber. O reconhecimento também atrai famosos que visitam o restaurante diariamente, como atores, jogadores e personalidades em diversas áreas. Mas, nós do Mar Bahia, nem precisamos dizer que recomendamos – e muito – a visita, que com certeza, não foi e nem será a última. E fica a dica: chegue cedo e garanta seu lugar. O boteco é pequeno e as pessoas não param de chegar. Aproveite e peça uma roska de cacau (que vem servida dentro do fruto) ou uma cerveja bem gelada e se deleite com as deliciosas peripécias de Piri.

Cozinha à vista dos clientes promove interação

Serviço

O Quê: Boteco do Piri

Onde: Rua Alto da Alegria, n°200, Nordeste de Amaralina, Salvador.

Quanto: $$ | $$$

Contato: (71) 98781.0095

Funcionamento: Domingo, segunda e feriados: das 11h40 às 20h ▪️ Terça a sábado: 11h40 às 00h40.

Faz delivery e participação em eventos.


Fotos: Mar Bahia

#gastronomia #saboresdomar #frutosdomar #botecodopiri #nordestedeamaralina #marbahia

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.