• Mar Bahia

Projeto Remo Sem Fronteiras promove campanha para reparo em Canoa da comunidade


Um projeto pioneiro que beneficia cerca de 40 crianças e adolescentes da comunidade da Gamboa, em Salvador precisa de ajuda. O Remo Sem Fronteiras, como foi batizada a iniciativa idealizada há 18 anos por Sérgio Oliveira, está promovendo uma "vaquinha" online com o objetivo de reformar a Canoa Havaiana Kurumi Gamboa, que quebrou recentemente, após soltar da amarração e bater sobre corais. Prestes a iniciar as etapas de competição, o projeto busca fazer o reparo no equipamento, que soma um custo de R$ 7 mil, e deve ser feito na região de Valença.


"Começamos com poucas pranchas na comunidade, mostrando para as crianças que elas podiam sim " brincar" com essas pranchas caras e estar lado a lado com pessoas de maior poder aquisitivo que o delas. As crianças deram um show já nos primeiros campeonatos e passaram a ser conhecidas como os "Meninos da Gamboa", ganhando espaço a cada ano. Para Sérgio aquilo não era novidade, pois cresceu naquela comunidade com os pescadores, treinava natação no mar, participou de inúmeras travessias Mar Grande - Salvador, estudou e se formou em Educação Física com o pensamento que o esporte pode mudar sim a vida das pessoas", declara Luiz Evangelista, que também é um incentivador do projeto.


Saiba mais


Criado em 2000, o Remo sem Fronteiras visa realizar, através da prática do Remo tradicional e do Remo Adaptado (para pessoas e atletas com diferentes tipos de deficiências físicas ou motoras), trabalhos com jovens, adolescentes, adultos e idosos de todos os tipos e de diferentes classes sociais, porém, focando na classe social de baixa renda ou com nenhuma renda, como por exemplo: moradores e ex-moradores de rua, pessoas pertencentes aos bairros carentes de Salvador, sem muitas perspectivas de trabalho e sem nenhuma oportunidade de desenvolvimento sociocultural.



Além das atividades físicas e motoras, o projeto acompanha de perto o desenvolvimento de cada aluno nas atividades esportivas, em seus relacionamentos dentro e fora do projeto como indivíduo e cidadão, aproxima-se da família ou dos responsáveis, incentiva-os a frequentarem a escola e universidade, exige boas notas, incentiva o desenvolvimento da auto-estima e busca melhorar significativamente a dignidade e a qualidade de vida que cada aluno. Ajude a multiplicar esta iniciativa. Mais informações: sergioremo18@gmail.com ou lumatheusevan@gmail.com


Fotos: Remo Sem Fronteiras


#remosemfronteiras #kurumigamboa #remo #sup #canoahavaiana #marbahia

© 2017. Mar Bahia. Todos os direitos reservados.