top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Itaparica ganha novo complexo de lazer, com beach club e compra compartilhada

Bons ventos voltam a soprar em Itaparica. Em breve, a ilha ganhará um grande empreendimento: o Village Itaparica. O complexo oferecerá apartamentos mobiliados e equipados de 44 m², 89 m² e 136 m², projetados para quem busca uma experiência completa para a família, englobando ainda um beach club e um shopping a céu aberto.

Foto: Divulgação

O Village traz para Itaparica um conceito inovador: o sistema de multipropriedade ou de compra compartilhada de unidades de imóveis. O projeto está sendo construído pela Eindom Empreendimentos, braço imobiliário da Lorinvest, uma gestora de recursos, inspirada pela visão do Grupo Lorentzen. Desde 1953, o Grupo vem identificando e desenvolvendo projetos inovadores e escaláveis comprometidos com princípios sustentáveis.


Ainda pouco conhecido no Brasil, porém amplamente difundida em mercados como Estados Unidos e México, o modelo de multipropriedade consiste na compra fracionada de unidades onde cada proprietário pode usar o resort pelo tempo proporcional ao que pagou. Do ponto de vista econômico, é uma opção extremamente vantajosa. O custo de aquisição e de manutenção da tão sonhada casa de férias é significativamente menor.

Samuel Goldstein, CEO da Eindom.

“O Village Itaparica é o maior empreendimento imobiliário dos últimos 40 anos no município de Vera Cruz. A sua construção vai revitalizar Itaparica, resgatando a distinção da ilha de destino turístico referência no Brasil, com opções de lazer e entretenimento exclusivos durante o ano todo. O empreendimento serve ao público da Bahia e do Brasil, e de quem ama passar as férias na região”, afirma Samuel Goldstein, CEO da Eindom.


As cotas são registradas individualmente em nome do comprador, no cartório de registro de imóveis, como ocorre com qualquer outro imóvel. Desde 20 de dezembro de 2018, o mercado de multipropriedade é regido pela Lei n° 13.777, que alterou o Código Civil, ao determinar que várias pessoas podem ser proprietárias de um mesmo bem, com uso em períodos do ano definidos. Todas as instalações foram idealizadas com o propósito de oferecer uma alternativa diferenciada de férias, turismo, gastronomia e entretenimento.


A recuperação dos manguezais e corais, a promoção do uso sustentável dos recursos naturais, além da utilização e capacitação de mão de obra da comunidade local estiveram no centro do projeto. “O compromisso com a sustentabilidade, em todos os seus aspectos, faz parte do DNA da gestão Lorinvest e do histórico do Grupo Lorentzen”, explica Goldstein.


A primeira fase do empreendimento será a entrega do beach club, entre 2024 e 2025. Terá capacidade para até 1.500 pessoas/dia e será inspirado na cultura baiana. Com duas piscinas de ondas, uma com surf recreacional, piscina kids e baby, bar molhado, quadra de beach tennis, área VIP, espaço para shows e eventos, área dedicada a crianças, integração com a praia, entre outras atrações. Todos os proprietários dos apartamentos terão direito a usufruir o espaço. Há também a opção de comprar apenas o título do beach club para quem já tem casa na Ilha ou frequenta a Ilha de Itaparica.


Além de ser dono do título do beach club, o proprietário do apartamento será membro de uma intercambiadora de férias parceira. Poderá trocar as suas semanas no Village Itaparica por outros imóveis em mais de 110 destinos ao redor do mundo, através da RCI (Resort Condominiums International) que é a maior rede de intercâmbio de férias do mundo e oferece acesso a mais de 4 mil empreendimentos afiliados.


O projeto do Village Itaparica, que carrega a marca da baianidade em todos os detalhes, é assinado pelos arquitetos Sidney Quintela, Carlos Mauad e Eduardo Manzano, Otávio Raja Gabaglia e Roberto Gonçalves.


0 comentário

コメント


bottom of page