top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Ministra e secretário do Turismo visitam obras de requalificação da Marina da Penha

A Marina da Penha, no bairro da Ribeira, em Salvador, foi transformada em base náutica, depois de passar por uma completa requalificação e ampliação. Na manhã desta terça-feira (7), o secretário estadual de turismo, Maurício Bacelar visitou o local acompanhado da ministra do turismo, Daniela Carneiro. Em fase final, as obras contam com investimento superior a R$ 28 milhões e fazem parte de uma das 12 intervenções de infraestrutura náutica e cultural que o Governo do Estado promove na Baía de Todos-os-Santos, no âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo Bahia, (Prodetur-Bahia), com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Rafael Martins/GOVBA

“O Governo do Estado investiu mais de R$ 70 milhões de dólares em obras estruturantes na Baía de Todos-os-Santos. Além da infraestrutura náutica, há também a valorização da cultura baiana com a recuperação total do Museu Wanderley Pinho. Também realçamos as ações na área socioambiental. Nós podemos dizer que, com esses investimentos, a Baía de Todos-os-Santos ganhou sustentabilidade. Nos seus 520 anos, é o maior investimento da história”, categorizou o secretário.


Em sua primeira agenda de viagem nacional, a ministra Daniela Carneiro veio a Salvador, onde participou de um encontro com as principais lideranças do turismo local na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), evento que contou com a participação do vice-governador Geraldo Júnior.

Rafael Martins/GOVBA

“Eu vim conhecer toda estrutura turística de Salvador. Estou aqui ao lado do secretário Maurício visitando essa base com a estrutura maravilhosa, inovadora, muito forte que eu tenho certeza que vai atrair muitos turistas. Quero me colocar à disposição, reafirmar meu compromisso aqui com toda a população de Salvador e deixar as portas do Ministério do Turismo abertas”, declarou.


Base Náutica


Com a requalificação, o equipamento passa a contar com rampa de acesso, ponte móvel e flutuantes para a atracação. A capacidade atual da base é de 96 vagas secas e 48 vagas molhadas. Com uma planta geral de urbanização de mais 5.200 m², a base náutica ganhou também espaço para restaurante, cafeteria, prédio administrativo e pequenos auditórios. Há ainda projeto paisagístico e de urbanização com bancos fixos, iluminação pública e sinalização vertical, oficinas para manutenção de embarcações, depósitos e pátios de serviço.


Também foram instalados sanitários masculinos, femininos, adaptados para Pessoas com Necessidades Especiais (PNE) e vestiários, terminal com recepção, lanchonete, bilheteria e estacionamento com 37 vagas. Com a nova estrutura, o usuário também poderá usufruir de serviços complementares como oficina mecânica e movimentação de embarcação, estruturação de postos de combustível, lojas de conveniência e de comércio de produtos náuticos e correlatos, além da promoção de eventos associados, a exemplo de competições náuticas.


0 comentário

Comments


bottom of page