top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Nordeste na mira do mercado náutico brasileiro

Com recentes investimentos ao turismo e náutica na região Nordeste, a exemplo de R$ 370 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) direcionados à Bahia, resultado do programa de fomento ao turismo (Prodetur) do Ministério do Turismo, a náutica tem se desenvolvido no Estado e atraído mais navegadores.


O estaleiro brasileiro Armatti Yachts, especializado na construção de embarcações premium entre 30 e 52 pés para todo o país e exterior, confirma que tem registrado alta procura de clientes para navegarem no litoral baiano, mais de 30% no primeiro semestre deste ano em relação ao anterior, especialmente modelos acima de 40 pés, barcos que custam mais de R$ 4,5 milhões. Além disso, novas unidades devem chegar ao estado nos próximos meses.

Foto: Divulgação

Reflexo do desenvolvimento da náutica no estado, a Bahia ganhou este ano a Base Náutica da Penha, em Salvador, sob gestão da Secretaria de Turismo do Estado (Setur), e 3 novas bases serão construídas na zona turística da Baía de Todos-os-Santos que vão potencializar a cultura das águas.


“A Bahia, e o Nordeste como um todo, possui altas temperaturas durante o ano o que torna propício o uso de embarcações ao longo da costa. Considerando também as dezenas de praias paradisíacas, que chamam a atenção de turistas nacionais e internacionais, o público tem olhado para as águas como uma oportunidade de lazer e, além disso, prezam por conforto e qualidade na hora da escolha do barco. São consumidores de alto padrão, portanto, impactam positivamente o turismo da região, já que se trata de um público que investe em passeios, gastronomia, compras, etc. Além disso, a Bahia é a região do Brasil com o maior litoral, cerca de 940 quilômetros de extensão, com muitas opções de atrativos e cantos a serem explorados”, comenta o CEO da Armatti Yachts, Fernando Assinato.


“Estamos com negociações no estado e, assim como observamos em outros lugares, cresceu muito a procura por embarcações acima de 40 pés. Exemplo é o modelo 460 Sport Fly, avaliado em mais de R$ 4,5 milhões, que deve chegar à região nos próximos meses, reflexo também da alta demanda por barcos de grande porte no país”, comenta Assinato.

Foto: Divulgação

A Armatti 460 Sport Fly possui mais de 14 metros de comprimento e 4 metros de largura. Com 1,95 metros de pé-direito, o interior conta com 2 camarotes (uma suíte e uma demi-suíte) além de banheiros e elegante cockpit. A suíte principal, à meia-nau, é o grande destaque. Conta com janelas panorâmicas que privilegiam o contato com o exterior, ampla cama de casal e recamier (modelo de sofá) na lateral direita, que torna ainda mais confortável o dia a dia a bordo. Roupeiro, mesa de cabeceira e detalhes estofados nas paredes e teto completam o design da cabine.


O layout da embarcação privilegia áreas de convivência, como a praça de popa equipada com sofá, mesa para refeições, frigobar, cristaleira e, ainda, plataforma submergível. O flybrigde, acima do convés (como um terceiro andar), dispõe de solário para banhos de sol, sofá, mesa e porta-copos que agregam à confraternização dos tripulantes. Um segundo posto de comando também está instalado no fly. A lotação do barco é de até 15 pessoas durante o dia e de 6 à noite.


0 comentário

Comentarios


bottom of page