top of page
  • Foto do escritorMar Bahia

Salvamar alerta para descargas elétricas em praias de Salvador

A Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) emitiu um alerta nesta terça-feira (23) para o risco de descargas elétricas nas praias de Salvador, com a chegada de uma frente fria à cidade. Em nota, o órgão, que é vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), recomenda aos banhistas que evitem o banho de mar enquanto as chuvas permanecerem na capital baiana.



O coordenador Kailani Dantas reforçou que é preciso ter cuidado redobrado nesse período, e explicou o perigo eminente.


“A Salvamar não indica o banho de mar nesse momento. Na semana passada, tivemos uma ocorrência muito séria lá em São Paulo, em que algumas pessoas receberam descargas elétricas na praia, e isso acontece porque o cidadão está um local descampado e acaba sendo um ponto de atração de raios. São situações que realmente podem levar qualquer ser humano a óbito”.


Além das descargas, a Salvamar pontua o risco das correntes de retorno, que são formadas pela incidência maior de ventos neste período. As praias de Jaguaribe, Piatã e Itapuã são consideradas as de maior risco de afogamentos no período de chuva.


Kailani Dantas lembrou ainda de outro cuidado importante, que é com o consumo de bebidas alcoólicas. Isso porque o álcool na corrente sanguínea pode gerar uma falsa sensação de capacidade física favorável a enfrentar as ondas e correntezas, o que pode ser perigoso. Sendo assim, conforme pontuou o órgão, o ideal é evitar a combinação álcool e banho de mar.


Outro alerta do coordenador é com o cuidado com as crianças, que facilmente se distraem e acabam se afastando dos adultos.



Estrutura


Em nota, a Salvamar detalhou que tem 270 agentes distribuídos em 35 postos ao longo de 28 km de orla, no trecho entre as praias de Jardim de Alah e Ipitanga (próximo ao kartódromo). Outros quatro postos móveis atuam diariamente e servem também a eventos do município.


A estrutura de atuação é composta por moto aquática, pranchões, pés-de-pato, máscaras de mergulho, respiradores, capacetes e botes. Os salva-vidas também realizam medidas preventivas, educacionais, de orientação e de salvamento em ambientes aquáticos, evitando afogamentos e preservando a vida de quem estiver em perigo.


Contatos

Em caso de emergência, além do contato direto com os profissionais nas praias, o serviço pode ser acionado através do número (71) 3202-4970. Já nas demais praias fora do trecho Jardim de Alah-Ipitanga, o contato deverá ser feito com o Grupamento Marítimo (Gmar), do Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

0 comentário

Comments


bottom of page