• Mar Bahia

Ex-Navio Varredor e ferryboat serão afundados na Baía de Todos-os-Santos

Nesta quarta (27), o Comando do 2º Distrito Naval realizou a cerimônia de assinatura do termo de doação do casco do ex-Navio-Varredor “Anhatomirim” à Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (SETUR). O evento contou com as presenças do Vice-Almirante Humberto Caldas da Silveira Junior, Comandante do 2º Distrito Naval, e do Secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacellar.

Foto: Marinha do Brasil

O casco doado será submetido a um afundamento controlado na Baía de Todos-os-Santos (BTS), com o objetivo de tornar-se um recife artificial e proporcionar o desenvolvimento do habitat marinho no local. Além do navio, o ferryboat Juracy Magalhães também será afundado. A iniciativa visa incentivar o turismo subaquático na região, onde também já foi afundado o ferry Agenor Gordilho, em 2020 (Veja aqui as imagens do afundamento), com o mesmo objetivo. Antes de ser naufragado, a embarcação será preparada para garantir a segurança do procedimento, com a retirada de peças e de todo material potencialmente poluente, de forma a preservar o meio ambiente.


Veja também:

O que mudou após um ano dos primeiros naufrágios artificiais em Salvador Um Cristo pra chamar de seu em plena Baía de Todos-os-Santos


O “Anhatomirim” tem cerca de 47m, era um Navio-Varredor, da classe “Aratu”, construído na Alemanha e incorporado à Marinha do Brasil, em 1971. Permaneceu subordinado ao Comando da Força de Minagem e Varredura até sua baixa do serviço ativo da Armada, em 2016.


Em breve, mais detalhes sobre o afundamento aqui no Mar Bahia.


#naufragiosartificiais #mergulho #naufragios #recifesartificiais #meioambiente #turismonautico #baiadetodosossantos #marbahia

0 comentário