• Mar Bahia

Turismo na BTS ganha incremento com obras do Prodetur e Baía Viva

Iniciativa que visa fomentar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos (BTS), o Prodetur Nacional Bahia encontra uma contrapartida na esfera privada, nas ações que a Fundação Baía Viva realiza nas ilhas dos Frades e de Bom Jesus dos Passos. Em reunião com a presidente da organização, Isabela Suarez, na quarta-feira (21), o secretário estadual do Turismo, Maurício Bacelar, destacou os pontos em comum entre os dois projetos.


Veja também:

Isabela Suarez: "A BTS sofre com o descaso, não permitindo que ocupe o lugar que merece"

Ilha dos Frades: o destino mais procurado no Verão da Baía de Todos os Santos

Foto: João Ramos

“É uma iniciativa que tem o mesmo eixo de ação do Prodetur, que desenvolvemos na Secretaria de Turismo do Estado (Setur), envolvendo também os setores náutico, social, ambiental e cultural”, explicou Bacelar.


O projeto da Fundação Baía Viva concentra-se na Ilha dos Frades, em localidades como Loreto, Paramana, Costa de Fora e Ponta de Nossa Senhora, expandindo posteriormente para a Ilha de Bom Jesus dos Passos. As obras incluem requalificação urbana, saneamento, recuperação de casas e templos, além da construção de píeres, centro de memória, posto médico, restaurante e centros recreativos, entre outras.


“Queremos resgatar o prestígio turístico da Baía de Todos-os-Santos, que durante muito tempo ficou esquecido; poucas pessoas conhecem a importância que ela teve e o seu destaque durante o período colonial”, disse Isabela.


Já o Prodetur realiza 12 obras de infraestrutrura náutica e uma cultural que beneficiam os 18 municípios da BTS. Marinas, atracadouros e terminais turísticos estão sendo requalificados ou construídos em municípios como Salvador, Jaguaripe, Salinas da Margarida, Cachoeira, Candeias, Bom Jesus dos Passos e em localidades das ilhas de Itaparica e de Maré, dentre outras. A parte cultural do programa é a requalificação do Museu Wanderley Pinho, no distrito de Caboto, em Candeias.

0 comentário